13º Post – Superstição

Post 13! Yes, We Can!

Post 13! Yes, We Can!

É verdade! Chegamos ao nosso décimo terceiro post! E que assunto melhor para tratar nesse post do que a superstição?!

(E prestem atenção: é superStição, e não supertição. Da segunda forma, você estaria falando de um “super-negão”.)

Bem, eu queria deixar esse post para uma sexta-feira, mas para manter a posição de 13º post, isso significaria uma semana sem posts, o que não daria certo. Então vai hoje mesmo:

Para começar nosso post, vamos a uma rápida definição que o nosso querido Pai-dos-Burros, Aurélio, nos dá sobre superstição:

superstição
[Do lat. superstitione.]
Substantivo feminino.

1.
Sentimento religioso baseado no temor ou na ignorância, e que induz ao conhecimento de falsos deveres, ao receio de coisas fantásticas e à confiança em coisas ineficazes; crendice.
2.
Crença em presságios tirados de fatos puramente fortuitos.
3.
Apego exagerado e/ou infundado a qualquer coisa:
A moça tem a superstição do número treze.

Dá pra perceber que superstição não é lá muito levada à sério não, né?!

Mas é fato que todo mundo, pelo menos uma vez na vida, já se pegou entrando em algum lugar com o pé direito, fazendo figa, batendo na madeira, ou “pegando no verde”.

E um povo em especial, muito supersticioso, é o povo brasileiro. É comum ouvir que nós, brasileiros, somos um povo muito supersticioso. E nós somos! Superstição é algo que passa de pai para filho, de avô para neto… E principalmente considerando que muita gente por aí tem o tal “parente de interior” para chegar com alguma superstição.

Mas alguém já parou para pensar que tudo quanto é superstição não tem sentido algum?! Sério! É ridículo. Superstição é uma coisinha completamente sem fundamento, vinda de um monte de crenças aleatórias provocadas pela falta de conhecimento em alguma coisa. Nunca vi até hoje uma crença supersticiosa que tivesse algum embasamento científico.

E o pior é que os religiosos vão completamente contra a religião, e, pelo menos aqui no Brasil, são entre os mais supersticiosos. Sério, já cheguei a ver padre dizendo “bate na madeira”! E depois vem uns religiosos dizendo que há conceitos definidos pela Bíblia Sagrada de que o supersticioso não herdará o reino de Deus, ainda que essa superstição esteja fora da temática religiosa. Piada, não?!

Mas por um outro aspecto, é até compreensível se ter uma ou outra superstição, afinal, é uma forma de tentar se proteger do acaso e do infortúnio. É por isso que surgem amuletos e rituais. Mas qualquer um que tenha um pouco de cultura manter essas superstições, é exagero. Qualquer um que descubra um supersticioso consegue manipulá-lo fácil, fácil.

Bom, mal? Só porque ele é mano black, é do lado negro da força?!

Do bem? Do mal? Só porque ele é mano black, é do lado negro da força?!

Sem contar que alguém que acredite que algo ruim vai acontecer por isso ou aquilo, pode acabar se mentendo em algo ruim justamente por achar que assim vai ser. Exemplo: o cara quebra um espelho, e imediatemente pensa que está com azar, e acha que pode acontecer algo ruim. Acha que inevitavelmente vai ser atropelado, e por isso deixa de prestar atenção antes de atravessar as ruas. Entendeu o que eu quis dizer?

Querendo ou não, as crenças supersticiosas já estão enraizadas na cultura popular, como se fossem os memes mais sucessivos da história.

Vou fazer aqui uma lista comentada de algumas superstições:

  1. Devemos sair de casa e entrar em qualquer lugar, sempre com o pé direito, para evitar o azar. (eu sou canhoto, uso o pé esquerdo, e aí?)
  2. Ver uma borboleta voar dá sorte para o dia. (Tenho uma amiga que discordaria, afinal ela tem motefobia!) (motefobia=medo de borboletas e/ou mariposas)
  3. Se tivermos um gato e formos mudar de casa, é bom passar manteiga em suas patinhas, para que ele não volte para a casa antiga. (E nem pra lugar nenhum, porque ele não vai nem conseguir ficar em pé de tanto escorregar!)
  4. Acariciar um gato atrai boa sorte. (Garotas, eu sou um gato – você acredita? rs -, me acaricia e você vai ter muita sorte! Miau! Rsrs)
  5. Ter um gato em casa atrai fortuna. (Quem disse que o cachorro é o melhor amigo do homem não conhece essa história!)
  6. Se um gato dobrar as suas patas e se deitar sobre elas deixando-as escondidas é sinal que uma tempestade está por vir. (Para que meteorologia com um gato em casa?!)
  7. Na idade média, acreditava-se que os gatos eram bruxas transformadas em animais. Por isso a tradição diz que cruzar com gato preto é azar na certa. (Gato Felix, sai de mim!)
  8. Os místicos, no entanto, têm outra versão. Quando um gato preto entra em casa é sinal de dinheiro chegando. (O gato é feito de dinheiro?!)
  9. Deixar um copo de vidro cheio de sal grosso no canto da sala, traz sorte. (Prefiro sal na minha sopa que é melhor…)
  10. Quando derrubar um saleiro e derramar sal, jogue um punhado de sal do mesmo saleiro sobre o ombro. (Adorei o episódio de Everybody Hates Chris que sacanearam com essa história.)
  11. Pisar nas linhas da calçada quebra a coluna da sua mãe. (Será que a hérnia de disco da minha mãe é culpa minha?!)
  12. Não podemos deixar a bolsa apoiada no chão se não quisermos perder dinheiro. (É, perder pro trombadinha que vai esvaziar tua bolsa enquanto ela tá no chão!)
  13. Nunca devemos passar por debaixo de uma escada. É mau sinal na certa! (Principalmente se tiver algo como um balde de tinta caindo dela!)
  14. Mas quem já estiver azarento e passar embaixo da escada pode dizer adeus ao azar, pois ele é quebrado no mesmo instante. (Isso tem algo haver com aquele desenho Totally Spies!?)
  15. Para dispensar uma visita chata, é só deixar uma vassoura de cabeça para baixo atrás da porta. (É, porque você já vai estar com a vassoura em mãos para bater na visita indesejada!)
  16. A vassoura deve ser guardada na posição vertical para evitar desgraças. (Tipo, pisar nela, ela levantar e se tacar na sua cara? Isso não seria com um forcado?)
  17. Crianças que montarem em vassouras serão infelizes. (Principalmente os meninos, que se baterem a vassoura nas partes, hum…)
  18. Mais uma: varrer a casa à noite expulsa a tranqüilidade. (Realmente… quem vai querer aquele barulho de vassoura enquanto tenta dormir?!)
  19. Varrer os pés de alguém impede a pessoa de casar. (“Passar o rodo” impede de namorar?)
  20. Comer o primeiro biscoito de um pacote que pertence a outra pessoa, faz você roubar o namorado(a) dela. (Por isso que eu estou só até hoje! Mas por minha causa deve ter muito casal lésbico por aí…)
  21. Quem passar por debaixo do arco-íris muda de sexo: o homem vira mulher, e a mulher vira homem. (Sonho de todo transexual! Para quê gastar dinheiro com operação, não é?!)
  22. Sua mão esquerda está coçando? Então, prepare-se para receber um bom dinheiro extra. (Legal! Canhotos mandam!)
  23. Se por acaso a mão que estiver coçando for a direita, tome cuidado: é provável que perca uma grande quantia. (Puts, tinha que ser uma grande quantia? Por que não uma pequena?)
  24. Coceira na sola do pé significa viagem ao exterior. (Ou que você está com frieira…)
  25. Se a palma da mão esquerda é que estiver coçando, uma visita desconhecida está para aparecer. (Faz sentido… você recebe dinheiro da primeira coçada, e na segunda chega algum cobrador desconhecido…)
  26. Viu uma estrela cadente? Faça um pedido, porque, segundo a crença de muita gente, é garantia de que ele vai se realizar. (Aham… Meteoritos e lixo espacial tem muito poder!)
  27. Ter um elefante de enfeite, sobre um móvel qualquer, sempre com a tromba erguida mas de costas para a porta de entrada, evita a falta de dinheiro. (Certo, o que vai adiantar um elefante ornamental mostrar a bunda para suas visitas?)
  28. Outra figura que garante carteira cheia é o Buda. Ele deve ficar em cima da geladeira, sobre um prato cheio de moedas. (Prefiro usar as moedas como dinheiro trocado…)
  29. Dizer parabéns para alguém antes do dia do aniversário, mata a pessoa em questão. (Ou seja, vocês estão lendo o post de um fantasma!)
  30. Se sua orelha esquentar de repente, é porque alguém está falando mal de você. (E o que acontece se for a direita?)
  31. Nesses casos, vá dizendo o nome dos suspeitos até a orelha parar de arder. (LOL! Imagina até um artista conseguir falar o nome de todos os repórteres de fofoca e fãs! A orelha vai derreter!)
  32. Para aumentar a eficiência do contra-ataque, morda o dedo mínimo da mão esquerda: o sujeito irá morder a própria língua. (Faz sentido… machuque seu dedo, e o que fala mal machuca a língua… nãããão!)
  33. Se você espirra, tem alguém falando de você. (Ou você pode ser alérgico, ou pode estar gripado…)
  34. A maneira mais eficiente de encontrar algo que desapareceu é dar três pulinhos para São Longuinho. (Oi! E depois o santo não te deixa entrar no céu porque você é supersticioso!)
  35. Cadê o 13º andar? Milagre arquitetônico?

    Cadê o 13º andar? Milagre arquitetônico?

    Quebrou um espelho? A superstição prega que serão sete anos de má sorte. (Ou alguns minutos enquanto você está sangrando, se tiver quebrado com um murro…)

  36. Ficar se admirando num espelho quebrado é ainda pior. Significa quebrar a própria alma. (Viu, Voldemort! Nem precisava matar ninguém para fazer as horcruxes! Era só se olhar no espelho! Ele quebrava, você se olhava, e dividia a alma!)
  37. Ninguém deve se olhar também num espelho à luz de velas. (Porque a luz é pouca e não adianta de nada…)
  38. Não permita ainda que outra pessoa se olhe no espelho ao mesmo tempo que você. (Porque você não vai conseguir se ver direito, e isso é super chato!)
  39. Dentro de casa, o guarda-chuva deve ficar sempre fechadinho. Segundo uma tradição, abri-lo dentro de casa traz infortúnios e problemas aos familiares. (Under my umbrella-ella-ella ê ê ê out of my house-ouse-ouse ê ê ê)
  40. Aranhas, grilos e lagartixas representam boa sorte para o lar. Matar uma aranha pode causar infelicidade no amor. (Merda, se for assim, então eu realmente vou morrer sem nunca casar!)
  41. Se o seu copo contiver algum tipo de bebida alcoólica, no brinde com ninguém cujo copo contenha bebida sem álcool. Vocês estarão se arriscando, nesse tintim, a ter seus desejos invertidos. (Ou você pode deixar um pouco da sua bebida alcoólica cair no copo do cara que vai dirigir!)
  42. Três velas ou três lâmpadas acesas em um mesmo quarto podem ser prenúncio de morte. (Ou de desperdício de energia, no caso das lâmpadas, ou de jantar romântico, no caso das velas…)
  43. Acender três cigarros com um mesmo palito de fósforo também significa perigo. (É! Perigo de queimar o dedo, a não ser que o palito seja daqueles longos!)
  44. Trata-se de uma tradição de guerra. O primeiro cigarro aceso mostra o alvo ao inimigo, que mira no segundo e atira no terceiro. (Como o cigarro provavelmente vai estar na boca, então: HEADSHOT!)
  45. Na hora de acordar, abra os dois olhos ao mesmo tempo para ver tudo com clareza e não ser enganado por ninguém. (Ou coloque os óculos, que também ajuda!)
  46. Ao levantar, procure dar o primeiro passo com o pé direito para atrair boa sorte e felicidade. (Coloque logo os dois nos chinelos que é mais fácil. Nada mais feliz do que deixar de pisar no chão gelado no começo do dia!)
  47. Faça um desejo ao cortar a primeira fatia de seu bolo de aniversário. (Não seria soprando a velinha?)
  48. Ponha um caroço de melancia na testa e, antes que ele caia, faça um desejo. (Deseje que ninguém te veja fazendo esse papel ridículo!)
  49. Jogue uma moeda numa fonte. Só faça um desejo quando a água parar de se movimentar e você enxergar o seu reflexo. (Deseje não ter esta cara de bocó que está vendo!)
  50. Os gregos atiravam moedas em seus poços para que estes nunca secassem. (E a lógica foi parar aonde?)
  51. Faça um desejo ao usar um sapato novo pela primeira vez. (Caiba no meu pé! Eu não quero ter que trocar!)
  52. Enquanto você estiver cruzando uma pequena ponte, prenda a respiração e faça um desejo. (Tem que ser ponte pequena mesmo… já imaginou fazer isso cruzando a Rio-Niterói?!)
  53. Se você colocar a meia do avesso, não se preocupe: sinal de que uma boa notícia está para chegar. (Isso aí! Isso quer dizer que você pode usar a mesma meia de novo amanhã ao desavessá-la!)
  54. Pedir a futura mamãe que mostre a mão uma delas. Se ela estender com a palma para baixo, será menino. Se a palma estiver para cima, nascerá uma menina. (Isso tem haver com o jeito de olhar as unhas pra ver se o cara é bicha?)
  55. Existe também a linguagem do ventre. Se for pontudo e saliente, sinal de que um menino está para chegar. Arredondado e crescendo para os lados? Menina à vista. (Pontudo e saliente? É, um menino mesmo, e bem dotado! Arredondado e crescendo para os lados, aí não sei, mas vai ser gooordo!)
  56. O número 13 é tido ora como sinal de infortúnio, ora de bom agouro. (Grande Mentira! Tem 13 letras! Vocês vão ter que me engolir!)
  57. No pé do bicho, pode dar um azar danado..

    No pé do bicho, pode dar um azar danado..

    Se uma sexta-feira cair no dia 13 de um mês é um mau sinal. Todo cuidado é pouco nesse dia. (Verdade, o Jason Voorhees pode aparecer!)

  58. O número treze é tão temido que há lugares onde os prédios não possuem o décimo terceiro andar. (Milagre arquitetônico?!)
  59. Quando algum cachorro está uivando deve-se colocar o pé direito corretamente em um chinelo, tênis ou sapato e virar o pé esquerdo do calçado e pisar em cima, então o cachorro para na hora. (Deixa o cachorro latir que é mais fácil, porque você não vai perder tempo!)
  60. Se você bater em um tronco de árvore oco três vezes o azar vai embora. (Ou o Tico ou o Teco pergunta: Quem é?)
  61. Jogar uma moeda em uma fonte d’água realiza um desejo seu. (Na verdade, realiza o desejo do esperto que vai catar as moedinhas que o povo joga!)
  62. Achar um trevo de quatro folhas tira todo o seu azar. (Não daria sorte, o caso?)
  63. Virar as duas pontas de uma ferradura para cima traz boa sorte. (Quatro pontas de duas ferraduras dá azar, principalmente se forem das ferraduras traseiras de um cavalo que ficou puto contigo!)

E aí? Gostaram dos comentários? Vocês tem mais alguma que não está na lista que seria legal de comentar?

Sério, eu particularmente não acredito em nenhuma dessas aí, apesar de ficar com o pé atrás com algumas. Mas resta a pergunta: Você Acredita?

//

superstição
[Do lat. superstitione.]
Substantivo feminino.

1.
Sentimento religioso baseado no temor ou na ignorância, e que induz ao conhecimento de falsos deveres, ao receio de coisas fantásticas e à confiança em coisas ineficazes; crendice.
2.
Crença em presságios tirados de fatos puramente fortuitos.
3.
Apego exagerado e/ou infundado a qualquer coisa:
A moça tem a superstição do número treze.

Anúncios

3 comentários sobre “13º Post – Superstição

  1. Vocês deixaram passar o dia 09/09/09? Nossa nem o Twitter esqueceu… ou seja 60/60/60 = 666 = The Number of the Beast!

    Acho o jogo Diablo 3 foi lançado ontem, mas enfim… ainda dá pra falar do Número da Besta e como ele surgiu. Garanto que não foi na Bíblia. Tio Del Debbio que o diga não é?

    Responder
    • É, nem tudo na vida são flores… perdemos o Galaxy Express Day…

      Sobre o Number of The Beast, dá sim, mas garanto que não vou ser eu, pelo menos hoje!

      Tou fazendo uma limpa aqui no meu pc, e não postei nem ontem nem vou postar hoje…

      É torcer pro @YakuzareD postar (ele disse que ia postar ontem ¬¬), porque eu mesmo, só vou voltar aqui pra postar amanhã!

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s